As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Temer fora de combate

Julia Duailibi

16 de agosto de 2012 | 16h56

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) passará amanhã por uma cirurgia no braço. A intervenção, que será feita em Brasília, no Hospital Sarah Kubistchek, servirá para correção de uma calcificação de fratura antiga sofrida na região. Em razão da cirurgia, Temer deverá ficar de molho por pelo menos uma semana, sem, por exemplo, poder assinar documentos.

Temer não participará da abertura da exposição Quércia, uma trajetória humana de realizações, que a família do ex-governador paulista Orestes Quércia (PMDB), morto em 2010, promove em sua homenagem a partir de amanhã, no Centro Empresarial São Paulo. Compromissos de campanha com Gabriel Chalita, candidato do PMDB à Prefeitura de São Paulo, também foram postergados.

 

Tudo o que sabemos sobre:

braçocirurgiaexposiçãoPMDBQuérciaTemer

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.