Sinais de fumaça
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sinais de fumaça

Julia Duailibi

15 Junho 2012 | 15h52

Nas últimas semanas, o PSDB observou uma série de sinais de que Paulo Maluf estava prestes a afastar o PP da candidatura de José Serra à Prefeitura de São Paulo. Irritado com a resistência do governador Geraldo Alckmin em ceder a Secretaria de Habitação a seu partido, Maluf ameaçou romper coligações que já estavam fechadas com o PSDB no Estado, em cidades como Ribeirão Preto e Sorocaba.

“O Geraldo acha que eu estou de brincadeira”, teria dito o presidente estadual do PP aos tucanos.

Maluf passou a negociar com o PT a indicação de um aliado seu para uma secretaria do Ministério das Cidades e foi atendido. Decidiu, então, dar seu apoio ao petista Fernando Haddad na eleição de São Paulo.

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP), se empenhou especialmente na articulação da aliança para receber, em troca, um apoio do PT à candidatura de sua irmã, Daniella Ribeiro, à prefeitura de Campina Grande, na Paraíba.

O PSDB pretende continuar tentando conquistar o apoio do PP a  Serra antes que Maluf anuncie oficialmente sua decisão de formar uma aliança com o PT. “Afinal de contas, não se pode jogar fora 1min30s na propaganda eleitoral”, disse um tucano.