As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Russomanno dará depoimento em programa do PRB

Julia Duailibi

31 de janeiro de 2013 | 06h00

russo10.JPG

Candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo em 2012, o ex-deputado Celso Russomanno aparecerá hoje em cadeia nacional, durante o programa partidário do PRB, que vai ao ar a partir das 20h30. O ex-parlamentar é a principal aposta do partido para a eleição de 2014, provavelmente numa composição com outra legenda.

No programa, Russomanno, que liderou a maior parte da disputa paulistana e ameaçou deixar o eleito, Fernando Haddad (PT), de fora do segundo turno, explicará porque o partido não quis apoiar o PT nem o PSDB, de José Serra, na última etapa da eleição em São Paulo. Na realidade, houve uma negociação com os tucanos, que envolveu até o governador Geraldo Alckmin, mas que acabou não evoluindo. Russomanno também descartou apoiar o PT, depois de ter se tornado alvo de Haddad na campanha.

Aparecem também no filme o presidente nacional do partido, Marcos Pereira, Antonio Bulhões, líder do PRB na Câmara dos Deputados, o senador Eduardo Lopes e dois prefeitos: Ruy Muniz, de Montes Claros, e Heleno Silva, de Canindé do São Francisco.

Assim como Russomanno, outra aposta do PRB é o ministro Marcello Crivella (Pesca), que também dará um depoimento no programa de hoje.

O PRB tem feito movimentos para mudar a imagem do partido, associada à Igreja Universal, a qual os seus fundadores eram ligados. No sábado, o economista Marcos Cintra, ex-PSD, de Gilberto Kassab, toma posse como presidente paulista do partido, cargo ocupado anteriormente por um integrante da igreja.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: