As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Reforço espiritual

Julia Duailibi

14 de julho de 2014 | 16h28

Integrantes da campanha à reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB) devem se encontrar na noite de hoje com líderes religiosos. Os tucanos querem montar uma agenda para o candidato com segmentos evangélicos e católicos. Seis representantes de denominações evangélicas e igrejas católicas devem se encontrar na sede do PSDB com membros da campanha – o presidenciável tucano Aécio Neves será convidado para essas agendas no Estado.

Com o começo da campanha eleitoral, é comum os candidatos procurarem lideranças religiosas e colocarem na agenda eventos populares, como visitas ao Santuário de Aparecida e à missa do Padre Marcelo. Há cerca de uma semana, Aécio reuniu-se com integrantes da Assembleia de Deus no Estado de São Paulo.

Na última eleição presidencial, o debate religioso ocupou grande parte do debate no 1º turno. PT e PSDB correram atrás do apoio de diferentes igrejas católicas e denominações evangélicas.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.