As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSDB x PSD

Julia Duailibi

17 de janeiro de 2013 | 17h03

O PSDB só romperá com o acordo da proporcionalidade, que pretende eleger Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) presidente da Câmara dos Deputados, se subir no telhado a nomeação de um tucano para a 1ª secretaria da Casa.

O acordo firmado pelo PSDB com o PMDB no ano passado previa a indicação de um  quadro do partido para o posto – o cotado é Márcio Bittar (AC). Mas o PSD, do ex-prefeito Gilberto Kassab, começa a pressionar nos bastidores para ficar com a 1ª secretaria, alegando que também tem 51 deputados. Os tucanos dizem que, se o peemedebista ceder para o PSD, não se sentem mais obrigados a cumprir o acordo.

Daqui a pouco, a bancada de deputados federais do PSDB se encontra com Henrique Eduardo e o governador paulista Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes. O tema deverá ser abordado.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.