As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Presidente da Rosas de Ouro ajudou Kassab na formação do PSD

Julia Duailibi

09 de março de 2012 | 15h44

Diego Zanchetta

A presidente da Rosas de Ouro, Angelina Basílio, e a presidente da Mocidade Alegre, Solange Becchara, ajudaram o prefeito a angariar na zona norte assinaturas para a fundação de seu PSD. Nas eleições de 2012 é certo que as maiores escolas da capital vão estar ao lado do candidato apoiado pelo prefeito.

A Rosas de Ouro foi a vice-campeã do carnaval paulistano e uma das escolas envolvidas na confusão durante a apuração. Dois integrantes da escola foram detidos acusados de roubarem um troféu na noite das brigas que ocorreram no Anhembi. Em depoimento à polícia, a escola negou participação no suposto roubo.

Ao mais que dobrar a verba repassada às escolas de samba nos últimos cinco anos (de R$ 11,7 milhões, em 2007, para R$ 23,8 milhões, em 2012) e garantir a construção da Fábrica dos Sonhos, o galpão de R$ 200 milhões que vai abrigar barracões das 12 principais escolas da capital, Kassab angariou forte apoio político entre os principais “patronos” do samba paulistano.

“Dizer se sou aliada? Olha, o que posso dizer é que o Kassab sempre nos foi muito solícito, conversa comigo, com minha filha, ele vem aqui na quadra. Ele é realmente especial”, declarou Angelina. Ela disse estar preparada para o desafio de assumir a diretoria de Abastecimento da Prefeitura. “Tenho 34 anos de serviço público, meu querido. Eu gosto de trabalhar.”

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

cargocarnavalKassabRosas de Ouro

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: