As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Paulinho e o Solidariedade

Julia Duailibi

08 Abril 2013 | 20h54

Com Isadora Peron

O deputado Paulinho da Força (PDT-SP) negou hoje que esteja criando um novo partido, o Solidariedade. “Todo mundo fala que eu estou fazendo um partido, e eu só ouço falar. Nós normalmente ajudamos as pessoas a fazer os partidos, porque a gente tem uma rede de sindicatos, então todo mundo que vai fazer um partido nos procura. Porque não é fácil coletar as assinaturas. Então a gente procura ajudar, na medida em que pode. Esse do Solidariedade é mais um que eu estou ajudando a fazer”, declarou. E terminou: “Eu estou bem no PDT”.

A declaração foi dada durante um evento da Força Sindical, onde Paulinho apresentou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), a lideranças da central. Campos é um dos prováveis candidatos à sucessão da presidente Dilma em 2014. Quanto a Paulinho, ele lançou o projeto do Solidariedade durante uma disputa de espaço com a direção nacional do PDT. Colocou a criação do partido em banho-maria quando recebeu a promessa de que o PDT nacional não se meteria nos assuntos da legenda em São Paulo, onde manda e desmanda.

Mais conteúdo sobre:

partidosPaulinhoPDTSolidariedade