As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O professor mandou apertar

Julia Duailibi

25 de setembro de 2012 | 21h09

O ex-candidato do PSOL à Presidência da República em 2010, Plínio de Arruda Sampaio, aconselhou o candidato do seu partido à Prefeitura de São Paulo, Carlos Giannazi, a descer o “porrete” nos debates eleitorais na TV.

“Falei rigorosamente para ele descer o porrete”, declarou Plínio sobre o debate da TV Gazeta desta segunda-feira. “No debate passado, falei que ele já estava sendo esquecido: ‘Precisa apertar um pouco’. E ele apertou”, completou.

Giannazi apertou mesmo. Criticou praticamente todos os candidatos com os quais teve interlocução. Atacou gestão de Haddad no Ministério da Educação, afirmou que Russomanno era chamado de Collor do século 21, disse que a propaganda eleitoral de Chalita era “enganosa” e declarou que Serra fez “coisas monstruosas” contra os servidores.

Tudo o que sabemos sobre:

GiannaziPlínio de Arruda SampaioPSOL

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.