As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eleição e religião 3

Julia Duailibi

21 de agosto de 2012 | 20h32

O presidente do PTB paulista, Campos Machado, disse que deve fechar o apoio da Igreja Renascer ao candidato do PRB, Celso Russomanno, em reunião que acontece amanhã, em São Paulo. Campos Machado é um dos principais operadores políticos da campanha de Russomanno, que tem como vice o advogado Luiz Flávio D’Urso (PTB).

A igreja evangélica é comandada pela bispa Sônia e pelo apóstolo Estevam Hernandes, que foram detidos nos Estados Unidos, em 2007, ao tentar entrar em Miami com US$ 56,4 mil não declarados e que foram processados no Brasil por lavagem de dinheiro – a ação foi arquivada pelo Supremo Tribunal Federal em junho deste ano.

A Renascer também está na mira do candidato do PSDB, José Serra, que chegou a participar de um evento da igreja com cerca de 10 mil pessoas no dia 11 de agosto.

O Estado apurou com interlocutores da Renascer que uma decisão sobre o caso deve sair amanhã. A tendência hoje é a de que a igreja vá mesmo de Russomanno, que conta também com o apoio da Universal.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.