As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Elas por elas

Julia Duailibi

27 de fevereiro de 2012 | 18h18

O prefeito Gilberto Kassab diz estar otimista com a aprovação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do aumento da participação do PSD na cota do Fundo Partidário e no tempo de televisão no horário eleitoral gratuito. Kassab tem acompanhado a “temperatura” com ministros e advogados e diz acreditar que, embora mais difícil que a criação da legenda em setembro do ano passado, a questão passará pelo crivo da Corte.

Enquanto Kassab flertava com o PT na eleição paulistana, o governo era um dos principais interessados na concessão do tempo de TV ao PSD. Agora, qualquer minuto a mais na TV que o partido de Kassab ganhar será creditado na aliança em torno de José Serra, provável adversário do petista Fernando Haddad na eleição municipal.

No final das contas, a tendência é que não haja grande implicações para a aliança tucana. Como o DEM é o principal derrotado se houver uma decisão favorável ao PSD, um lado compensará a perda do outro.

Para o prefeito, a decisão da Corte sobre o Fundo Partidário deve ocorrer nas próximas três semanas. Só a partir daí o PSD ingressará com um pedido a respeito do tempo de TV no horário eleitoral.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Fundo PartidárioKassabTSE

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.