As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dirceu quebra silêncio e fala sobre mensalão

Julia Duailibi

04 Abril 2013 | 18h54

O ex-ministro José Dirceu (PT), condenado no ano passado a 10 anos e 10 meses de prisão por ter sido o “mandante” do mensalão, resolveu falar. O petista dará entrevistas para dois jornais de circulação nacional entre o final desta semana e o começo da próxima. Desde a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Dirceu mantinha uma agenda mais discreta, evitando se manifestar publicamente, principalmente por meio da imprensa nacional. Conversou com alguns jornalistas e visitou algumas redações, mas sem dar declarações públicas. Para falar sobre sua visão dos fatos, escolhia o seu blog ou meios de comunicação ligados ao PT.

As entrevistas fazem parte de uma estratégia de fazer valer sua versão sobre o julgamento, no momento em que a defesa prepara o recurso da condenação. Ontem, a defesa do ex-ministro pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão da publicação do acórdão do mensalão até que o plenário da Corte decida se os advogados terão prazo maior para recorrer da condenação.

Os advogados interpuseram ainda recurso judicial contra a decisão do presidente do STF, Joaquim Barbosa, que negou o pedido para que os votos dos integrantes do STF fossem divulgados antes da publicação da resolução. Com a divulgação dos votos, a defesa poderia começar a preparar os recursos, antes do início da contagem do prazo de cinco dias para que os embargos à condenação fossem apresentados.

A publicação do acórdão deve ocorrer nos próximos dias, com a entrega do voto do ministro Celso de Mello.

 

Mais conteúdo sobre:

DirceuentrevistasmensalãoSTF