As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Corporativismo eleitoral

Julia Duailibi

24 de agosto de 2012 | 19h18

Com Bruno Boghossian

Enquanto os candidatos à Prefeitura de São Paulo trocam ataques na TV e, principalmente, no rádio, os advogados das campanhas são só simpatia entre si.

Ricardo Porto, responsável pelo jurídico de Gabriel Chalita (PMDB), Ricardo Penteado, de José Serra (PSDB), e  Hélio Silveira, de Fernando Haddad (PT), se encontram no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) semanalmente e costumam avisar uns aos outros sobre a ações que ingressaram com pedidos de resposta ou de suspensão dos programas eleitorais.

O “toque” entre os  advogados adianta o trabalho. Do contrário, eles teriam que esperar a notificação oficial.

“A gente tem que se ajudar”, conta um deles.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.