As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após ação de Alckmin, tucano desiste de disputar reeleição

Julia Duailibi

24 Abril 2013 | 21h08

Depois de pressionado pelo governador Geraldo Alckmin, o presidente do PSDB-SP, Pedro Tobias, retirou a candidatura à reeleição no partido. O deputado Duarte Nogueira, que conta com o apoio de Alckmin e de José Serra, deverá ser o novo presidente da legenda em São Paulo. O anúncio de Tobias foi feito por meio de uma carta enviada a filiados na tarde de hoje. Amanhã, ele deve se encontrar Nogueira para discutir os outros cargos da direção estadual do partido, que será eleita no próximo dia 5.

Leia abaixo a carta.

 

Caro (a)

Há dois anos aceitei o desafio de presidir o PSDB de São Paulo com o objetivo maior de atender os seus anseios, militante do PSDB, e contribuir para trazer ao centro das discussões o reflexo de sua vontade. Penso que, passado este período, cumpri meu compromisso com a militância que me elegeu e a quem devo satisfação das ações feitas e das decisões tomadas a partir de agora. 

Me orgulho de, neste mandato, ter dado transparência às decisões do partido abrindo as portas das reuniões da Executiva aos militantes que delas quisessem participar e democratizando as decisões partidárias. Restabelecemos o poder das coordenadorias regionais e conseguimos uma vitória expressiva nas últimas eleições aumentando o número de eleitores administrados pelo partido, além de termos elegido o maior número de prefeitos e de vereadores no Estado.

Tivemos a iniciativa e a coragem de instituir as prévias, em especial na cidade de São Paulo, para que se devolvesse o poder de escolha de nossos representantes a quem de direito: os militantes do PSDB, cujos esforços e comprometimento com o partido não devem ser reconhecidos e estimulados apenas durante o período eleitoral. Reconhecemos nesta iniciativa um marco na história do partido em São Paulo.

Realizamos o Congresso Estadual do PSDB-SP e, após três meses de trabalho incansável e de escuta ativa da vontade de nossos filiados, concluímos uma série de propostas, feitas e votadas pela militância, para que sejam encaminhas e discutidas em âmbito nacional.

Desde o dia de minha posse como presidente do Diretório Estadual de São Paulo assumi o compromisso de que a eleição do próximo condutor do partido seria feita de forma direta, por você. Trabalhei incansavelmente neste sentido, colocando a proposta em análise e votação no nosso Congresso. Apesar de aprovada, inclusive com moção para que fosse realizada a partir da eleição de 5 de maio, o Diretório Nacional entendeu que não seria este o momento ideal para que implantássemos a iniciativa.

Entendo que a política partidária é mais que disputar, ganhar ou perder. É preciso entender os sinais provenientes de todas as forças e decidir com desprendimento e levando em consideração as consequências para a coletividade. Que pese todo o apoio que recebi e recebo de nossa militância, decidi abrir mão da reeleição, deixando espaço para a composição e o entendimento.  

Me retiro da condição de dirigente na qual a militância me colocou para retomar a batalha ombro a ombro, lado a lado com você, sem perder jamais o objetivo maior de trabalhar por uma sociedade mais justa, democrática e por um PSDB ainda maior.

Obrigado, companheiro (a). A luta continua!

Dep. Pedro Tobias

Presidente do PSDB-SP 

 

Mais conteúdo sobre:

cartaDuarteNogueiraPSDBTobias