As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alckmin e FHC estrelam comercial do PSDB; Aécio fica fora

Julia Duailibi

09 Abril 2013 | 06h00

O governador paulista, Geraldo Alckmin, será a principal estrela dos programas partidários do PSDB paulista, que vão ao ar no rádio e na televisão a partir de sexta-feira. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também aparecerá nos comerciais de 2,5 minutos, que serão exibidos em todo o Estado, também nos dias 15, 17 e 19.

O senador Aécio Neves (MG), presidenciável do partido, ficará de fora do programa paulista. O PSDB nacional negociou a aparição do senador em alguns programas estaduais, como forma dele se tornar mais conhecido. Em São Paulo, porém,  não houve a formalização de pedido para que Aécio aparecesse na propaganda local. Entre os Estados em que o mineiro aparecerá, estão Rio de Janeiro e Paraíba. Em Minas, seu berço eleitoral, o PSDB perdeu o comercial regional numa ação na Justiça na eleição passada.

O fortalecimento da imagem em São Paulo é um dos passos que Aécio pretende dar na campanha rumo ao Palácio do Planalto. O mineiro veio ao Estado nas últimas duas semanas, participar de eventos ao lado de Alckmin. Também busca a unidade partidária paulista em torno do seu nome. Hoje, a maior parte dos líderes tucanos de São Paulo, como Alckmin, FHC e Aloysio, já aceita o nome do mineiro como candidato a presidente pelo PSDB.

Aécio, no entanto, ficará fora da telinha paulista. Os comerciais que serão exibidos pelo partido abordarão feitos da gestão Alckmin e os 25 anos de aniversário da legenda. Quem os fez foi o publicitário Maurício Queiroz, da White Propaganda, responsável pela campanha do senador Aloysio Nunes Ferreira (SP) em 2010.