Reginaldo de Castro é candidato em Brasília

Reginaldo de Castro é candidato em Brasília

João Bosco Rabello

29 de março de 2010 | 17h48

FOTO

Reginaldo (D) será votado por uma Câmara sem legitimidade. Foto: Ailton de Freitas/Ag. Globo

O ex-presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil,  Reginaldo de Castro, é candidato do PSB a governador-tampão de Brasília, na eleição indireta promovida pela Câmara Distrital.

Reginaldo se oferece como alternativa à intervenção – cuja rejeição tem motivações distintas: para a Câmara é legítima defesa; para ele, é questão de princípio.

Continuo fiel à tese de que a intervenção é o que de melhor pode ocorrer a Brasília nesse momento.

Reginaldo é homem de bem, mas será votado por uma Câmara sem legitimidade.

É possível que dê certo o movimento e ele se saia até bem, nesse processo. Mas, bom mesmo, seria a assepsia de um interventor qualificado como tal.

De qualquer forma, ele pede que seja dado o recado: se eleito, trabalhará com um procurador na mesma sala e receberá seus interlocutores sempre com testemunhas.

Já se vê que um dos poucos que se  arvoram a fazer a ponte sem intervenção, entra no contexto brasiliense como médico em ambiente de epidemia: máscara no rosto e especialistas ao lado.