Primeiras pesquisas após a pré-campanha são esperadas com ansiedade

João Bosco Rabello

19 de julho de 2010 | 14h37

Duas novas pesquisas com divulgações previstas para o próximo fim de semana, estão mexendo com os nervos dos candidatos.

O Datafolha fez o registro da sua no TSE, em 16 de julho e a realizará  entre amanhã e sexta-feira, com aplicação de 10.730 questionários.

A margem de erro é de mais ou menos dois pontos percentuais. Na última pesquisa, o instituto registrou empate técnico com Serra 1 ponto à frente de Dilma (39% a 38%). Marina Silva permaneceu na casa dos 10%.

O instituto Vox Populi registrou a sua no TSE um dia depois, por encomenda da Rede Bandeirantes. O trabalho de campo está sendo feito desde sábado e se estende até amanhã, com a aplicação de três mil.

A margem de erro é de 1,8 ponto. A pesquisa pode ser divulgada na quinta-feira, 22.  Na rodada anterior, realizada em junho, a Vox atribuiu vantagem de cinco pontos percentuais de Dilma Rousseff sobre José Serra: 40% a 35%.

As duas consultas se diferenciam das anteriores por ocorrerem após a chamada pré-campanha – onde tudo era proibido e desobedecido.

Desde o dia 6, começou oficialmente a campanha com a liberação de comícios, caminhadas, enfim a abordagem direta ao eleitor. Os novos números deverão refletir esse momento.

Mas as pesquisas que trarão os efeitos dos programas gratuitos, só na segunda quinzena de agosto.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.