Gabeira dá palanque a Serra no Rio

João Bosco Rabello

12 de janeiro de 2010 | 20h03

Está em fase final de costura o acordo que dá a José Serra um palanque no Rio de Janeiro, o terceiro maior colégio eleitoral do país.  Fernando Gabeira acerta com o PSDB sua candidatura ao governo estadual numa ampla coligação do PV, PSDB, PPS e DEM.

O acordo surge da conclusão de que sem uma coligação sólida é inviável a disputa  num eleitorado polarizado entre o governador Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-governador Anthony Garotinho (PR).

A aliança estabelece dois palanques para a eleição presidencial – o do PV, com Marina Silva, e o de Serra, com os outros três da coligação.

A negociação projeta a vice da chapa para os tucanos e as duas cadeiras do Senado para César Maia (DEM) e a outra para o PPS, provavelmente para Denise Frossard.

Ninguém fala agora, mas considerando a improbabilidade da ida de Marina Silva para o segundo turno, as portas estarão abertas para uma aliança entre esses mesmos atores no segundo turno presidencial.

Mas isso é uma outra história sobre a qual ainda é cedo para conjecturas.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.