Dilma recusa sabatina com Serra e Marina na CNA

Dilma recusa sabatina com Serra e Marina na CNA

João Bosco Rabello

18 de junho de 2010 | 14h43

dilmadebate

Presidenciáveis se encontraram na CNI, no fim de maio. Foto: Dida Sampaio/AE – 25.05.2010

O  encontro com formato de sabatina entre os três principais  presidenciáveis, na Confederação Nacional da Agricultura (CNA), no próximo dia 1º de julho, ficará limitado aos candidatos José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV), que já confirmaram presença.

A candidata Dilma Rousseff (PT)  recusou há pouco o convite, confirmando a estratégia de evitar o confronto direto com seu principal concorrente,  José Serra, pelo menos nesse estágio da campanha, em que está bem no filme. Disse que não tem agenda.

A campanha de Dilma entrou numa política de redução de riscos, contexto em que mesmo o debate indireto com Serra está inserido. Por isso, será seletiva em relação a convites.

Aqui os interesses são inversos: Serra precisa discutir com Dilma, que prefere que ele discuta com Lula.

A razão é simples: teoricamente, o confronto com Dilma é a chance de crescimento para Serra, orientado pelo bom senso eleitoral a evitar polêmica com Lula e a sua altíssima popularidade.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: