De volta à Polícia Federal

De volta à Polícia Federal

João Bosco Rabello

19 de março de 2010 | 22h31

O agora ex-governador José Roberto Arruda teve seu pedido de prisão hospitalar negado pelo juiz Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, com base no laudo de seu médico particular.

Mas seus advogados continuam tentando soltá-lo já lançando mão da sentença que cassou seu mandato e da qual não devem recorrer. A decisão do Tribunal Regional Eleitoral pode abreviar o calvário de Arruda pois serve para que se argumente que sem o mandato já não poderia interferir nas investigações.

A foto de Celso Junior, da Agência Estado, registra o momento em que o ex-governador deixa o hospital para retornar à prisão na Polícia Federal.

ARRUDA

Decisão do TRE pode abreviar calvário de Arruda. Foto: Celso Junior/AE

Mais conteúdo sobre:

ArrudaDEMDFPFsaúdeSTJ