Campanha em curso no palanque eletrônico

João Bosco Rabello

27 de fevereiro de 2013 | 13h00

Com a antecipação da data da Convenção Nacional do PSDB, de 27 para 19 de maio, para aproveitar imagens do evento no programa de televisão do partido, a campanha presidencial está definitivamente em curso. Aécio é o último de uma série que começa com o PSB e P`T.

A imagem do senador Aécio Neves sendo eleito presidente do PSDB para as inserções nacionais do partido, começam a ser veiculadas em horário nobre no rádio e na TV a partir de 21 de maio e se estendem até 1º de junho. E o programa nacional do partido será exibido no dia 30 de maio.

O palanque eletrônico está montado para todos, portanto. O PSDB será antecedido pelo PSB que põe no ar o governador Eduardo Campos, de Pernambuco, presidente nacional da legenda, em inserções curtas no horário nobre entre 11 e 18 de abril. Depois o programa nacional do partido, dia 25.

Campos entrará nos programas regionais do PSB também como forma de compensar a desvantagem em relação a Aécio e Dilma, com mais liberdade de trânsito pelo território nacional.

Na sequencia, vem o PT com as imagens da presidente Dilma Rousseff em inserções de 30 segundos entre 27 de abril e 4 de maio. O programa nacional, com 10 minutos de duração, vai ao ar no dia 9 de maio.

Esse roteiro deflagra, de fato, a campanha, pois os conteúdos dos programas serão focados nos três candidatos, produzindo as réplicas, tréplicas e instalando o debate.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.