Agnelo põe PT na fita

Agnelo põe PT na fita

João Bosco Rabello

03 de março de 2010 | 13h12

Tem 1h42m de duração a fita de vídeo que registra a visita do deputado Agnelo Queiroz (PT-DF) a Durval Barbosa para assistir aos filmes do mensalão do DF.

Agnelo: visita que custou caro. Foto: Rafael Neddermeyer/AE

Agnelo: visita que custou caro. Foto: Rafael Neddermeyer/AE

Agnelo não assistiu calado à sessão. Além das manifestações de espanto diante da dimensão do escândalo à sua frente, conversou bastante com Barbosa.

O suficiente para que seja o primeiro a torcer pela sua derrota nas prévias do PT em que disputará com Geraldo Magela a candidatura à sucessão de Arruda.

Pelo que soube ali e silenciou, Agnelo já forneceu munição suficiente para ser usada contra ele numa campanha.

Pelo que conversou com o anfitrião naquele dia, ficará barato se sair com prejuízo estritamente eleitoral.

A existência da fita, comentada aos quatro cantos em Brasília,  não é negada por Agnelo e seu conteúdo é sempre tangenciado pelo deputado.

O que para aliados e adversários é uma confissão de culpa antecipada e confirmação das versões que comprometem o pré-candidato petista.

Tendências: