E o inverno chegou

Humberto Dantas

22 de junho de 2015 | 07h22

O inverno começou ontem, mas enganam-se aqueles que acham que isso representa uniformemente que teremos frio por todo o país. Primeiro porque mais uma vez o fenômeno El Niño promete conter a intensidade das baixas temperaturas. Segundo porque inverno em determinados pontos desse país apenas representa mais chuvas, por exemplo. Mês passado, por exemplo, o Amazonas viu vários de seus municípios agonizarem sob as cheias relevantes de seus rios. Em Anamã, distante quase 170 km de Manaus, o Solimões encheu e 100% da cidade ficou submersa. Isso mesmo: todas as casas foram afetadas, a coleta de lixo passou a ser feita por canoas e o atendimento médico foi realizado em unidade flutuante. Trágico. As fotos postadas no portal G1 são tristes demais.

Em contrapartida, Cabaceiras, na Paraíba, é a cidade onde menos chove no país. A fama da localidade, no entanto, transcende a lógica da aridez. É lá também que um letreiro enorme nos remete à Los Angeles. No alto de uma montanha é possível ler: “Roliúde Nordestina” em alusão ao distrito cinematográfico da megalópole norte-americana. As paisagens naturais exuberantes e a rodagem de mais de 20 filmes na cidade inspiraram o batizado. O mais famoso longa-metragem que partiu dali foi “O Auto da Compadecida”. Sabe por quê? Eu não! Só sei que foi assim…

Mas a despeito das chuvas, lembremos que o inverno é caracterizado mesmo pelas baixas temperaturas. Faz cerca de 10 dias e Urupema, nas serras catarinenses, já registrava temperatura negativa (-1,4°C) com sensação de -20°C, isso mesmo. Nada de erro de digitação: menos vinte graus centígrados! E olha que no começo do mês já havia registrado -4°C. Longe dos -14°C da década de 50 em Caçador-SC, mas algo digno de preocupação. No ponto extremo desse registro a piauiense Bom Jesus, que em 2005 registrou quase 45°C. Quente? Frio? O que importa é que as temperaturas no inverno tendem a cair, ao contrário da política brasileira, que tem visto altas expressivas. Ano que vem, lembremos, é ano de eleição municipal. Em 2012, o PSD venceu em Anamã, o PSB em Cabaceiras, o PMDB em Urupema e o PSDB em Bom Jesus.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: