E o abandono continua em Sertânia (PE)

E o abandono continua em Sertânia (PE)

Camila Tuchlinski

03 Abril 2015 | 12h55

Vermelho, amarelo e azul. As três cores primárias são chamadas assim pois não se pode obtê-las com a mistura de nenhuma cor. Elas são o primeiro contato com brincadeiras lúdicas durante a primeira infância. São cores vivas, enigmáticas e despertam a admiração dos baixinhos. Geralmente são usadas para colorir as creches: estabelecimentos educativos que dão apoio pedagógico e cuidados às crianças até os três anos de idade. A fachada de uma das obras no bairro denominado Alto Céu, em Sertânia, sertão de Pernambuco, sinaliza a intenção de oferecer o apoio educacional às crianças da região. Porém…

CRECHE ABANDONO 01

Foto: Esequias Cardoso

O BLOG DO DANTAS recebeu mais uma denúncia de abandono em Sertânia. Há pouco mais de um mês, revelamos a paralização da construção de um hospital de saúde da mulher no texto ‘Do estrelato ao abandono no sertão de Pernambuco’ (releia aqui: http://politica.estadao.com.br/blogs/humberto-dantas/do-estrelato-ao-abandono-no-sertao-de-pe/). Como se não bastasse a ausência do poder público na saúde, agora é a vez da educação mais básica sofrer. O apoio pedagógico aos pequeninos já deveria estar em prática, mas dá só uma olhada na situação da obra que foi abandonada pelo governo federal.

CRECHE ABANDONO 02

Foto: Esequias Cardoso

CRECHE ABANDONO 05

Foto: Esequias Cardoso

O pessoal da Tribuna do Moxotó revelou também que, ao invés de cuidadoras e crianças, o local recebe a visita de usuários de drogas, que aproveitam a situação de abandono para usufruir o espaço.

CRECHE ABANDONO 04 drogas

Foto: Esequias Cardoso

Enquanto o Brasil discute diversos problemas, a ‘Pátria Educadora’, mais uma vez, fica para trás. O abandono continua em Sertânia (PE). E vai além.