Zambelli diz que Brasil inteiro queria Moro no STF e que ela queria ajudar nisso

Zambelli diz que Brasil inteiro queria Moro no STF e que ela queria ajudar nisso

Camila Turtelli/BRASÍLIA

24 de abril de 2020 | 21h55

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Foto: Dida Sampaio / Estadão

Brasília, 24/04/2020 – A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) confirmou ao Broadcast Político que trocou mensagens com Sergio Moro, sugerindo a ele que aceitasse a indicação de Alexandre Ramagem, diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), para a Direção-Geral da Polícia Federal.

Print vazado POR MORO ao Jornal Nacional.

Publicado por Carla Zambelli em Sexta-feira, 24 de abril de 2020

Segundo Zambelli, essa era uma sugestão de um nome em comum entre Bolsonaro e Moro. Zambelli também disse para Moro aceitar a mudança na PF em troca da nomeação dele para o Supremo Tribunal Federal. “Na sequência, eu disse para ele que se tem alguém que não tem preço, é ele”, afirmou. “O que eu quis dizer era que milhões de pessoas iam ficar triste com sua saída”, disse. “O Brasil inteiro quer ele no STF e eu quis dizer que eu ajudaria nisso”, afirmou ao Broadcast.

A parlamentar, no entanto, lamentou o vazamento da conversa. “Eu nunca imaginei que o ministro Moro fosse capaz de vazar um print, eu jamais faria isso com ele”, disse.

Moro foi padrinho de casamento de Zambelli, ao lado de sua mulher, Rosangela Moro, em fevereiro, em Brasília.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: