Veja Funaro acusando Temer, Moreira Franco, Eduardo Cunha,…

Veja Funaro acusando Temer, Moreira Franco, Eduardo Cunha,…

Corretor Lucio Bolonha Funaro prestou depoimento

Fábio Serapião e Beatriz Bulla/BRASÍLIA

31 de outubro de 2017 | 17h09

Lucio Funaro. Foto: Reprodução/Justiça Federal

O corretor Lúcio Bolonha Funaro afirmou ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal, em Brasília, que o presidente Michel Temer, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, e o ex-deputado Eduardo Cunha teriam recebido parte da propina paga por uma empresa de energia do grupo Bertin, que atua no setor de proteína animal.

COM A PALAVRA, MICHEL TEMER

A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto (Secom) informou que “o presidente Michel Temer contesta de forma categórica qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos, ainda mais partindo de um delator que já mentiu outras vezes à Justiça”.

“Em 2010, o PMDB recebeu 1,5 milhão de reais em três parcelas de 500 mil reais como doação oficial à campanha, declarados na prestação de contas do Diretório Nacional do partido entregue ao TSE. Os valores não têm relação com financiamento do FI FGTS”, diz a Secom.

COM A PALAVRA, MOREIRA FRANCO

O Estado procurou também a assessoria do ministro Moreira Franco, igualmente citado por Funaro, mas ainda não houve um comunicado oficial a respeito.

Tudo o que sabemos sobre:

Lucio Funaro

Tendências: