Veja a íntegra do depoimento do presidente da UTC à PF

Veja a íntegra do depoimento do presidente da UTC à PF

Ricardo Pessoa, preso na sétima etapa da Lava Jato, relata contato com tesoureiros do PT e do PSDB

Redação

19 de novembro de 2014 | 20h42

Por Mateus Coutinho e Fausto Macedo

Em depoimento para a Polícia Federal no qual detalhou seu envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, para quem repassou cerca de R$ 1 milhão em dinheiro vivo, o presidente da UTC, Ricardo Pessoa afirmou que “nunca existiu” formação de cartel para contratação de obras na Petrobrás.

Ao ser questionado sobre as doações de sua empresa a partidos políticos, ele relatou manter contato “mais próximo” com o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto e com “Dr. Freitas”, que representava, segundo ele, o PSDB.

Nas eleições de 2014, a UTC Engenharia declarou à Justiça Eleitoral doações para as campanhas de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

VEJA A ÍNTEGRA DO DEPOIMENTO DE RICARDO PESSOA À PF

Documento

  • imagemdeppessoa   PDF

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato