Vanessa Mateus, reeleita presidente da Associação Paulista de Magistrados, mira preservar garantias da classe sob ameaças

Vanessa Mateus, reeleita presidente da Associação Paulista de Magistrados, mira preservar garantias da classe sob ameaças

Com 1.463 votos, magistrada continua no comando da Apamagis até 2023; gestão terá como meta defesa da classe diante de 'embates políticos que devem questionar ainda mais o trabalho dos magistrados'

Redação

20 de novembro de 2021 | 21h01

A juíza Vanessa Mateus foi reeleita presidente da Apamagis para o biênio 2022-2023. Foto: Divulgação

A Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), maior entidade estadual de juízes do País com cerca de três mil associados, reelegeu neste sábado, 20, a juíza Vanessa Mateus como presidente para o próximo biênio. Ela foi a primeira mulher a comandar a associação desde a sua fundação, em 1953, e concorreu ao segundo mandato na chapa única ‘Apamagis Sempre’, eleita com 1.463 votos.

Pela primeira vez, os associados puderam votar online. O processo superou em número a votação impressa: foram 1.097 votos digitais e 366 em cédula.

A gestão estabeleceu como metas para o novo mandato a defesa da classe diante de ‘embates políticos que devem questionar ainda mais o trabalho dos magistrados’, inclusive por meio de alianças com outras instituições políticas e jurídicas dentro e fora de São Paulo.

“Interpretamos a reeleição como a ratificação que o associado deu ao trabalho exercido no último biênio. Ao mesmo tempo, nos impõe ainda mais responsabilidade e força para a defesa da imagem do Poder Judiciário e das prerrogativas da magistratura, que nada mais são do que garantias do cidadão, sempre ameaçadas nos últimos tempos”, afirma Vanessa Mateus, que é titular da 8.ª Vara Cível do Fórum João Mendes.

A diretoria executiva será composta ainda pelo desembargador Walter Barone e pelo juiz Thiago Massad, respectivamente como primeiro e segundo vice-presidentes. Barone, que também é diretor do Departamento de Relações Internacionais da Apamagis, presidente da Federação Latino-Americana de Magistrados (Flam) e vice-presidente da União Internacional dos Magistrados (UIM), vai se dedicar a ampliar o diálogo com o associativismo internacional. Eleito para o cargo depois de passar por todos os setores da associação, Massad também é professor e coordenador do curso Magistratura para Todos, vencedor do Prêmio Innovare na categoria Juiz, em 2019.

Walter Barone, Vanessa Mateus e Thiago Massad compõem a diretoria executiva da Apamagis. Foto: Divulgação

Vanessa Mateus, Walter Barone e Thiago Massad compõem a diretoria executiva e atuarão ao lado dos integrantes do Conselho Consultivo, Orientador e Fiscal, também eleito neste sábado. Veja os membros:

Antonio Maria Patiño Zorz – juiz titular da 29ª Vara Criminal (São Paulo)

Carlos Fonseca Monnerat  – desembargador da 17ª Câmara de Direito Público (São Paulo)

Cristiano de Castro Jarreta Coelho – juiz titular do Juizado Especial Cível (São José do Rio Preto)

Ettore Geraldo Avolio – juiz do Juizado Especial Cível e Criminal (Piracicaba)

Guiomar Milan Sartori Oricchio – pensionista (São Paulo)

Jayme Walmer de Freitas – juiz substituto de 2º grau da 3ª Câmara de Direito Criminal (São Paulo)

Marcia Helena Bosch – juíza Titular da 6ª Vara Especial da Infância e Juventude (São Paulo).

Marcia Regina Dalla Dea Barone – desembargadora da 4ª Câmara de Direito Privado (São Paulo)

Rogerio Marrone de Castro Sampaio – juiz de Direito substituto assistente convocado STF (São Paulo)

Rosangela Maria Telles – desembargadora da 31ª Câmara de Direito Privado (São Paulo)

Sebastião Luiz Amorim – desembargador aposentado (São Paulo)

Wagner Roby Gidaro – juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública (Campinas)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.