‘Uma sacanagem homérica’, afirmou Lula à PF sobre triplex

‘Uma sacanagem homérica’, afirmou Lula à PF sobre triplex

Em março de 2016, quando foi conduzido coercitivamente na Operação Aletheia, desdobramento da Lava Jato, ex-presidente disse que a Polícia Federal 'inventou' a história do apartamento no Guarujá, cuja propriedade a força-tarefa atribui ao petista

Bruno Ribeiro, Luiz Vassallo e Fausto Macedo

10 de maio de 2017 | 12h15

Em março de 2016, quando foi conduzido coercitivamente pela Polícia Federal, o ex-presidente Lula negou a propriedade do triplex no condomínio Solaris, no Guarujá. Na ocasião, Lula fez um longo depoimento em uma sala no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Congonhas. Hoje, 14 meses depois daquela audiência, o ex-presidente será interrogado pelo juiz federal Sérgio Moro sobre o triplex.

Documento

A Operação Aletheia grampeou diálogos do petista, inclusive com a então presidente Dilma Rousseff.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.