Um passo de cada vez: como a metodologia lean ajuda empresas na gestão de uma crise

Um passo de cada vez: como a metodologia lean ajuda empresas na gestão de uma crise

Rodrigo Aquino* 

31 de julho de 2020 | 03h00

Rodrigo Aquino. FOTO: DIVULGAÇÃO

Gestão de crise é a maneira como sua empresa irá lidar com determinado problema, causado por um fator interno ou externo. Para gerir corretamente uma crise, em determinada empresa, devemos começar a agir inicialmente com calma e entender os fatores que levaram a organização chegar onde está. Para isso, podemos utilizar a filosofia de gestão lean, que possui, diversas ferramentas e conceitos que irão nos direcionar mais rapidamente para um plano de ação efetivo. A metodologia lean pode ser dividida em cinco etapas: valor ao cliente, onde a empresa sempre visa fazer sempre o que realmente é valor para o cliente, fluxo de valor, ou onde esse valor está realmente sendo gerado, fluxo contínuo, retirando todos os impeditivos das entregas, sistema puxado, onde todas as ações da empresa são feitas com a certeza de que estão gerando lucro ao cliente e a Idea de melhoria contínua.

Com isso em mente, é possível utilizar esses conceitos e ferramentas para solucionar questões que podem ser vitais e auxiliar a empresa a sair da crise. O primeiro passo seria a criação de uma das mais conhecidas ferramentas da metodologia lean, o documento A3. Para que se consiga chegar à causa raiz de um problema é necessário preencher todos os campos do lado esquerdo de um A3, o que é uma tarefa simples, porém, nada fácil. O responsável deverá escrever o contexto em que a organização passou e/ou passa levantar os fatos e dados que irão compor o estado atual, definir objetivos e metas e em seguida fazer a análise de forma que possamos chegar à causa raiz.

Para que essa ferramenta seja utilizada corretamente, precisamos ter disciplina e ir ao local ou ponto exato do problemapara levantar os fatos e dados. Com essas informações, definiremos o objetivo de onde a empresa quer chegar e em quanto tempo, além disso, faremos a análise de forma a encontrar uma ou mais causas raízes para o problema.

É válido lembrar que para encontrarmos a raiz do problema, precisamos fazer as perguntas certas. Existe uma dificuldade das pessoas em perguntarem corretamente, o que acaba causando falta de entendimentos e falhas de comunicação, causando erros  na execução de tarefas posteriormente. Perguntar corretamente exige muita dedicação.

Uma vez definido(s) um ou mais problema na causa raiz podemos ter equipes exercendo atividades paralelamente de forma a solucioná-los. É muito importante destacar que cada equipe deverá solucionar um problema por vez, ou seja, seguindo um conceito do lean chamado de One Piece Flow, ou fluxo de uma peça por fez. Dessa maneira, a gestão da empresa consegue solucionar os problemas de forma organizada e eficaz.

*Rodrigo Aquino é Head de Lean Transformation, da Lean IT

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: