Triplex aberto para visitas

Triplex aberto para visitas

Juiz federal Sérgio Moro divulgou edital de leilão do imóvel do Condomínio Solaris, em Guarujá, litoral paulista, que a Lava Jato atribui ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; interessados que querem conhecer o apartamento, quando autorizados, podem agendar pelo email marangonileiloes@marangonileiloes.com.br.

Luiz Vassallo, Julia Affonso e Ricardo Brandt

14 Março 2018 | 15h34

DCIM100MEDIADJI_0223.JPG

O juiz federal Sérgio Moro divulgou o edital de leilão do triplex 164-A, no condomínio Solaris, em Guarujá, litoral sul de São Paulo. O imóvel, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela Operação Lava Jato, está aberto para visitação de interessados. Quem quiser conhecer o famoso apartamento que levou à condenação de Lula deverá agendar, quando autorizado, pelo email marangonileiloes@marangonileiloes.com.br.

Documento

O imóvel está avaliado em R$ 2,2 milhões, valor da suposta vantagem indevida pela qual o petista foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, o Tribunal da Lava Jato, que confirmou sentença de Moro e ampliou a pena ao petista. Segundo Moro, o montante é correspondente à avaliação do imóvel somada às reformas que a OAS custeou, como cozinha de luxo, piscina e elevador interno.

Aos interessados, o edital detalha que o ‘imóvel possui a área privativa de 215,200 metros quadrados, a área comum de 82,692 metros quadrados (já incluída a área de duas vagas de garagem), perfazendo a área total de 297,892 metros quadrados, correspondendo-lhe uma fração ideal de terreno e das demais partes e coisas comuns do condomínio de 0,016284, cabendo ainda o direito de uso de duas vagas de garagem, individuais e indeterminadas, na garagem coletiva do condomínio, destinadas ao estacionamento de dois veículos de passeio’.

Triplex do Guarujá. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Inicialmente, se arrematado em um primeiro leilão, o imóvel terá valor mínimo de R$ 2,2 milhões. Caso precise ir a outro leilão, o preço cairá para 80%, ou R$ 1,76 milhão.