Tribunal nega habeas para presidente da Andrade Gutierrez

Por unanimidade, magistrados da 8ª Turma do TRF4 negaram pedido de liberdade para Otávio Marques de Azevedo, preso desde 19 de junho, na Operação Erga Omnes

Redação

05 de agosto de 2015 | 18h03

Otávio Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez. Foto: Marcos de Paula/Estadão

Otávio Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez. Foto: Marcos de Paula/Estadão

Por Fausto Macedo, Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, e Julia Affonso

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou, por unanimidade, nesta quarta-feira, 5, pedido de habeas corpus para o empresário Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez. Ele está preso desde 19 de junho quando foi deflagrada a Operação Erga Omnes, 14ª fase da Operação Lava Jato.

A empreiteira é investigada por suspeita de participar do cartel que se apossou de contratos bilionários na Petrobrás.

No mesmo dia da prisão de Otávio Marques, o empresário Marcelo Bahia Odebrecht, presidente da maior empreiteira do País, também foi detido.

O julgamento do habeas corpus para Otávio teve como relator o desembargador João Pedro Gebran Neto. Também participaram da sessão o desembargador Vitor Luiz dos Santos Laus e a juíza federal convocada Simone Barbisan Fortes. Por 3 a 0, o habeas do empreiteiro foi negado.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Andrade Gutierrezoperação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.