Tribunal divulga edital para substituto de Moro

Tribunal divulga edital para substituto de Moro

Dois meses depois da saída do juiz da Lava Jato, agora ministro da Justiça e da Segurança Pública, TRF-4 abre concurso para que outro magistrado assuma a titularidade da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba

Luiz Vassallo

07 de janeiro de 2019 | 19h37

Gabriela Hardt. Foto: Reprodução/Ajufe

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, assinou, nesta segunda-feira, 7, edital para a abertura de concurso para o juiz que substituirá Sérgio Moro na titularidade da 13.ª Vara Federal do Paraná, e, consequentemente, assumirá as ações penais da Operação Lava Jato.

Gabriela Hardt, substituta de Moro, assumiu a cadeira provisoriamente em novembro. Ela já deu duas sentenças no âmbito da Lava Jato, em que condenou o ex-diretores da Petrobrás e executivos. Também conduziu o interrogatório do ex-presidente Lula no processo referente às reformas do sítio Santa Bárbara, em Atibaia.

Gabriela, no entanto, não pode se candidatar porque ainda não tem tempo de carreira que a habilite para a titularidade.

A exoneração de Moro da magistratura foi publicada no dia 19 de novembro, após o então magistrado aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Na pasta, ele se cercou de delegados que atuaram na Lava Jato. 

O critério adotado pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, o Tribunal de apelação da Lava Jato, para substituir Moro será pela antiguidade.

Segundo o documento, que será publicado no Diário Oficial desta quinta, 10, os ‘juízes federais poderão manifestar interesse pela vaga acima relacionada e, também, pelas que surgirem sucessivamente em decorrência do provimento da vaga oferecida neste edital, a fim de que, na mesma sessão, o Tribunal aprove todas as remoções’.

As manifestações de desistência deverão ser feitas no mesmo endereço eletrônico até as 24h do dia 24/01/2019.