Tribunal de Justiça de São Paulo reduz em R$ 1,4 milhão/mês despesa com aluguéis

Tribunal de Justiça de São Paulo reduz em R$ 1,4 milhão/mês despesa com aluguéis

Corte paulista, em trabalho com a Procuradoria-Geral do Estado, obteve decisão judicial que deferiu a imissão provisória do TJ/SP na posse dos prédios números 38 e 100, da Rua Conde de Sarzedas, onde funcionam o Museu do Tribunal e os Gabinetes dos Desembargadores do Direito Privado

Redação

26 de setembro de 2018 | 06h48

Foto: Assessoria de Comunicação Social do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP)

A Presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo informou que ’em busca de eficiência e economicidade’, após trabalho conjunto com a Procuradoria-Geral do Estado, obteve decisão judicial que deferiu a imissão provisória do TJ/SP na posse dos prédios números 38 e 100, da Rua Conde de Sarzedas – prédios onde funcionam o Museu do Tribunal e os Gabinetes dos Desembargadores do Direito Privado (Gade 23 de Maio e Gade 9 de Julho).

A decisão foi cumprida na última sexta, 21, destacou a Comunicação Social do Tribunal.

Os imóveis, que até então eram alugados pelo valor mensal de R$ 1,4 milhão, são objeto da Ação de Desapropriação nº 1059665-72.2017.8.26.0053.

A imissão foi deferida após realização de laudo de avaliação provisória dos imóveis e depósito do respectivo valor pelo Tribunal de Justiça.

O Tribunal estima que a medida vai possibilitar ao Judiciário paulista a redução de despesas no valor de 16,8 milhões/ano.

Mais conteúdo sobre:

TJ [Tribunal de Justiça]