Tribunal de Justiça de São Paulo está entre os mais produtivos do País, aponta CNJ

Tribunal de Justiça de São Paulo está entre os mais produtivos do País, aponta CNJ

Dados do relatório 'Justiça em Números', divulgado nesta terça, 25, mostram que taxa de resolução de processos na Corte paulista é 22,6% maior que a média nacional e total de casos pendentes caiu de 20,2 milhões para 19,1 milhões em 2019

Redação

26 de agosto de 2020 | 18h20

Tribunal de Justiça de São Paulo. Foto: TJSP

O Tribunal de Justiça de São Paulo foi um dos mais produtivos do País em 2019, segundo apontou o relatório Justiça em Números, divulgado nesta terça-feira, 25, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com o estudo, os magistrados paulistas, que decidiram em média 2,6 mil ações cada um, estão 22,6% acima do índice nacional de finalização de processos.

O desempenho do Judiciário de São Paulo foi traduzido no Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus), que mensura a eficiência dos tribunais a partir de três variáveis: taxa de congestionamento, produtividade dos magistrados e despesas. Pela primeira vez, o Tribunal paulista alcançou 100% no IPC-Jus.

Já a taxa de congestionamento da Corte paulista, que mede o percentual de processos aguardando solução, diminuiu de 71,1% em 2018 de para 68,7% em 2019. Em número bruto, o total de casos pendentes caiu de 20,2 milhões para 19,1 milhões.

Se, de um lado, o desempenho da Justiça paulista em solucionar os casos é o melhor do País. De outro, o  Judiciário do Estado viu serem ajuizadas 5,6 milhões novas ações. São Paulo responde, sozinho, por 24,7% de todos os processos em andamento no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:

Tribunal de Justiça de São Paulo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.