Toma lugar a discussão sobre o Brasil, pede OAB

Toma lugar a discussão sobre o Brasil, pede OAB

Em nota, presidente da entidade máxima da Advocacia Claudio Lamachia afirma que encerrado o debate eleitoral, ‘governo e oposição devem cumprir suas funções, dentro dos limites da lei e zelando pelo respeito às instituições e à Constituição’

Julia Affonso e Fausto Macedo

28 Outubro 2018 | 20h28

Claudio Lamachia, presidente da OAB. FOTO: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, parabenizou, em nota, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O comandante da maior entidade da Advocacia no País declarou que ‘o debate eleitoral deve ser encerrado hoje e, daqui em diante, tomar lugar a discussão sobre o Brasil’.

“Governo e oposição devem cumprir suas funções, dentro dos limites da lei e zelando pelo respeito às instituições e à Constituição”, sugere o advogado. “Do mesmo modo, cabe aos Poderes e a seus integrantes, nos mais diferentes níveis hierárquicos, cumprirem as funções que lhes são reservadas em lei e contribuir para a realização da separação harmoniosa entre as diferentes funções do Estado. Só assim o país poderá superar este momento difícil marcado por profunda crise institucional, política e econômica”, afirmou.

Em todo o País, Bolsonaro, com 98,89% das urnas apuradas, conquistou 55,29% dos votos. Haddad, 44,71%. O deputado, capitão reformado do Exército, é o terceiro oficial da Força a obter assim o cargo, pela via do voto popular. Antes dele, Hermes da Fonseca (1910) e Eurico Gaspar Dutra (1945) haviam sido eleitos diretamente.

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA DA OAB

“A Ordem dos Advogados do Brasil parabeniza o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, e deseja que o mandato seja bem-sucedido e em prol de todos os brasileiros.

O respeito à vontade do eleitor, manifestada livremente nas urnas, é pressuposto do próprio Estado Democrático de Direito.

Governo e oposição devem cumprir suas funções, dentro dos limites da lei e zelando pelo respeito às instituições e à Constituição. Do mesmo modo, cabe aos Poderes e a seus integrantes, nos mais diferentes níveis hierárquicos, cumprirem as funções que lhes são reservadas em lei e contribuir para a realização da separação harmoniosa entre as diferentes funções do Estado. Só assim o país poderá superar este momento difícil marcado por profunda crise institucional, política e econômica.

O debate eleitoral deve ser encerrado hoje e, daqui em diante, tomar lugar a discussão sobre o Brasil.”

Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB

Mais conteúdo sobre:

OABeleições 2018Claudio Lamachia