Toffoli testa negativo para coronavírus; exame será repetido

Toffoli testa negativo para coronavírus; exame será repetido

Segundo boletim médico publicado nesta segunda, 25, teste RT-PCR do presidente do Supremo Tribunal Federal deu negativo, no entanto, o exame será repetido diante da possibilidade de uma resultado 'falso negativo' em função da janela imunológica

Pepita Ortega e Fausto Macedo

25 de maio de 2020 | 10h43

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, durante sessão plenária realizada com ministros em videoconferência. Foto: Nelson Jr./
STF

Segundo boletim médico publicado nesta segunda, 25, um primeiro exame de infecção por coronavírus do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, deu negativo. No entanto, o teste será repetido diante da possibilidade de uma resultado ‘falso negativo’ em função da janela imunológica, indica o documento.

O teste aplicado no caso de Toffoli foi do tipo RT-PCR, que ponta se há infecção em tempo real, quando o vírus está em ação no corpo humano. Detecta o material genético do coronavírus e é o mais indicado para ver se uma pessoa num dado momento está contaminada.

O ministro precisou passar por uma cirurgia para retirada de um abscesso no sábado, 23, e no mesmo dia apresentou ‘quadro respiratório sugestivo de fase inicial da Covid-19’, permanecendo assim internado para observação. Na última quarta-feira, 20, Toffoli já havia sido testado e apresentou resultado negativo.

O boletim desta segunda indica ainda que após medidas clínicas, o ministro apresentou melhora considerável e se encontra estável.

O documento é assinado pelos médicos Marcelo Maia, Ludhmila Abrahão Hajjar, Guilherme Villa e Luiz Lobato.

Toffoli entrará de licença por pelo menos sete dias e neste período o ministro Luiz Fux assume interinamente a presidência da Corte.

Lei a íntegra do boletim médico de Toffoli

Boletim Médico

O Ministro Dias Toffoli foi internado no Hospital DF Star, no último sábado, dia 23 de maio, para ser submetido a um pequeno procedimento cirúrgico de urgência. A cirurgia ocorreu sem intercorrências. Algumas horas após, o Ministro apresentou um quadro respiratório sugestivo de fase inicial de COVID -19. Após medidas clínicas, o mesmo apresentou melhora considerável e no momento encontra-se estável e respira sem ajuda de aparelhos.

O exame específico para COVID 19 deu negativo (PCR-RT), mas será repetido pela possibilidade de falso negativo em função da janela imunológica.

Dr. Marcelo Maia
Coordenador das Unidades de Terapia Intensiva da Rede D’Or DF

Dra. Ludhmila Abrahão Hajjar
Cardiologista/Intensivista
Hospital Villa Nova Star SP

Dr. Guilherme Villa
Diretor Regional da Rede D’Or DF

Dr. Luiz Lobato
Cirurgião Colorretal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.