Tendências de empreendedorismo pós-pandemia: uma análise sobre as possibilidades de expansão

Tendências de empreendedorismo pós-pandemia: uma análise sobre as possibilidades de expansão

Carla Santos*

09 de agosto de 2021 | 13h15

Sem dúvidas, o setor gastronômico foi um dos mais atingidos pela pandemia. Ainda que a flexibilização das medidas restritivas esteja se tornando maior, para os empresários que dispõe de negócios nesse setor, as coisas ainda estão bem distantes do normal. No entanto, esse período de incertezas e instabilidade também pode dar início a fortes tendências para o setor no pós-pandemia, quando tudo se normalizar.

Foto: Bertrand Guay/AFP

Pensando exatamente nesse período pós pandemia, alguns estabelecimentos aproveitaram a diminuição de clientes no local – tendo em vista que as medidas de restrição fizeram com que menos pessoas saíssem de suas casas para consumir no local e optarem pelo sistema delivery – para realizar obras internas e reformulações de cardápios.

Espaços abertos

Uma forte tendência pós pandemia para todo o setor gastronômico

Entre as principais medidas adotadas durante a pandemia para a fim de evitar aglomerações em espaços fechados está a utilização dos ambientes abertos nos estabelecimentos. Com isso, os proprietários dos locais passaram a se empenhar ainda mais em decorações atraentes e ambientes confortáveis, além de, claro, estipular um distanciamento obrigatório entre as mesas.

Essa medida tem tudo para reforçar ainda mais a cultura de comer “ao ar livre”, mesmo dentro de um estabelecimento cuja maior parte parte do espaço fica em local fechado. A tendência, que surgiu a partir de uma restrição, tem tudo para conquistar um lugar de preferência entre as escolhas dos clientes de agora em diante.

Otimização do delivery

A grande aposta pós pandemia. Com a não utilização dos espaços de salão dos estabelecimentos para consumo, o serviço delivery tornou-se mais forte do que nunca. Os profissionais de entregas se arriscaram circulando pelas ruas e tendo contato com inúmeras pessoas diferentes durante o período de pandemia a fim de levar alimento a tantos brasileiros.

Além de toda a dedicação desses profissionais, os serviços do setor precisaram ser otimizados pelos gestores dos estabelecimentos a fim de garantir excelência desde o momento em que o alimento sai do restaurante até seu destino final. Com esse aprimoramento, a tendência do delivery se tornou, sem dúvidas, a mais forte aposta para continuar crescendo mesmo no período pós pandemia.

*Carla Santos, ex-publicitária e empresária no setor de alimentação como sócia- proprietária da Cá com Fé Padaria Artesanal, na Vila Romana, em São Paulo

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.