“Temos certeza que Guiomar e Gilmar ficarão muito felizes com o presente”

“Temos certeza que Guiomar e Gilmar ficarão muito felizes com o presente”

Força-tarefa da Lava Jato, no Rio, acha mensagem com confirmação de entrega de flores ao ministro do Supremo Tribunal Federal e sua mulher no e-mail do empresário Jacob Barata Filho, o 'rei do ônibus'

Julia Affonso e Luiz Vassallo

29 Agosto 2017 | 18h32

Foto: Reprodução

Uma mensagem enviada ao empresário Jacob Barata Filho, o ‘rei do ônibus’, por uma floricultura online, cita o nome do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e o de sua mulher Guiomar Mendes. A força-tarefa da Operação Lava Jato localizou a mensagem ao analisar os e-mails de Jacob Barata Filho e mandou um ofício ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informando sobre as ‘novas evidências’.

Documento

Em 23 de novembro de 2015, o ‘rei do ônibus’ recebeu a confirmação de um pedido de entrega de flores ‘ao casal Guiomar e Gilmar’ em 24 de novembro.

“Olá, Jacob, parabéns! Sua compra na Flores Online foi concluída com sucesso. Temos certeza que Guiomar e Gilmar ficará muito feliz (sic) ao receber seu presente”, diz trecho da mensagem.

+ Ministros do Supremo evitam comentar pedido de suspeição de Gilmar

O ‘rei do ônibus’ havia sido preso em julho na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato que prendeu a cúpula do Transporte do Rio. Em agosto, o empresário foi colocado em liberdade por Gilmar Mendes.

Lava Jato vai às ruas e volta a cercar esquema de libertados por Gilmar

OUÇA: Por ‘ameaça de morte’, Procuradoria pede outra vez prisão de libertado por Gilmar

Moro manda prender dois condenados em 2ª instância

Prisão após 2ª instância opõe Moro e Gilmar

Gilmar manda soltar condenado em 2ª instância e reforça ‘tendência’ em mudar entendimento

A força-tarefa da Lava Jato afirma que o o local de entrega das flores é ‘no mesmo endereço que consta na agenda telefônica do aparelho celular do empresário como contato de Guiomar Mendes.

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro e procuradores regionais da República da 2ª Região que atuam no caso em segunda instância encaminharam ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ofício que traz novas evidências da proximidade de relação entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e o empresário Jacob Barata Filho.

Na análise de e-mails de Barata Filho, autorizada pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro no curso da operação Ponto Final, foi localizada mensagem com a confirmação de pedido de entrega de flores ao casal Guiomar e Gilmar no mesmo endereço que consta no aparelho celular do empresário como sendo de Guiomar Mendes, esposa do ministro. O pedido de envio das flores foi realizado em 23 de novembro de 2015.

A pedido dos procuradores, em 21 de agosto o procurador-geral suscitou à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, duas arguições de impedimento, suspeição e incompatibilidade do ministro Gilmar Mendes em habeas corpus impetrados pelos empresários Jacob Barata Filho e Lélis Marcos Teixeira.

COM A PALAVRA, A DEFESA DE JACOB BARATA FILHO

“A defesa de Jacob Barata Filho repudia o vazamento de conteúdos desconexos de processos que tramitam em sigilo e a cujos conteúdos ainda não teve acesso”.

Mais conteúdo sobre:

operação Lava Jato