Sérgio Cabral começa a cumprir pena em 2ª instância na Lava Jato

Sérgio Cabral começa a cumprir pena em 2ª instância na Lava Jato

Juiz federal Sérgio Moro decretou a prisão do emedebista para execução provisória de 14 anos e 2 meses de prisão em regime fechado

Julia Affonso

18 de setembro de 2018 | 05h33

Sérgio Cabral deixa a Justiça Federal no centro do Rio, após prestar depoimento, em julho de 2017. FOTO: FABIO MOTTA / ESTADÃO

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB) passou a cumprir pena em 2ª instância na Operação Lava Jato. O juiz federal Sérgio Moro decretou a prisão do emedebista para execução provisória de pena no dia 10 de setembro. A decisão substitui a prisão preventiva de Sérgio Cabral pela custódia para cumprimento de 14 anos e 2 meses de prisão em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Documento

A decisão de Moro alcança ainda seus ex-secretários Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho – também execução provisória – e Carlos Emanuel de Carvalho Miranda – execução definitiva por ser delator da Lava Jato.

Neste processo, a Lava Jato apontou que a empresa Andrade Gutierrez pagava propina ao ex-governador por meio de Carlos Miranda, para garantir o contrato de terraplanagem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), celebrado com o Consórcio Terraplanagem Comperj, integrado pela empreiteira e a Petrobrás.

O emedebista foi condenado pelo juiz Sérgio Moro em junho do ano passado. O magistrado aplicou 14 anos e dois meses de prisão para o ex-governador por corrupção e lavagem de dinheiro.

Em maio deste ano, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmou a condenação do ex-governador do Rio e manteve a pena. Esta foi a primeira condenação de Sérgio Cabral em 2ª instância.

Na Lava Jato do Paraná e do Rio, Sérgio Cabral já foi condenado em 7 processos. O ex-governador do Rio já foi sentenciado a 183 anos e seis meses de prisão.

Tendências: