‘Senado poderá autodestruir-se’, alertou Joaquim Barbosa antes da votação que manteve Delcídio preso

‘Senado poderá autodestruir-se’, alertou Joaquim Barbosa antes da votação que manteve Delcídio preso

Ex-ministro do Supremo postou duas mensagens no Twitter antes de senadores decidirem a sorte de líder do Governo na Casa nesta quarta, 25

Fernanda Yoneya e Valmar Hupsel Filho

26 Novembro 2015 | 06h02

Joaquim Barbosa. Foto: Fábio Motta/Estadão

Joaquim Barbosa. Foto: Fábio Motta/Estadão

O ex-ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), postou em seu perfil no Twitter duas mensagens nesta quarta-feira, 25, antes de o Senado tomar a decisão de manter na prisão do líder do Governo Delcídio do Amaral (PT-MS). “Estão em jogo no Senado esta noite duas cruciais instituições da democracia moderna:  rule of law (Estado de Direito) 2) political accountability (responsabilidade política).”

[veja_tambem]

Em seguida, Joaquim Barbosa escreveu: “A depender do que venha a decidir, o Senado poderá: 1) autodestruir-se institucionalmente 2) jogar uma pá de cal na nossa jovem democracia.”

joaquim-tw

Por 59 votos a 13, o Senado manteve Delcídio do Amaral na prisão. Ele foi preso por ordem do Supremo após ser flagrado em reuniões negociando com o advogado do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró e seu filho Edson Ribeiro para que o executivo não fizesse delação premiada e revelasse o envolvimento dele e do banqueiro André Esteves no esquema de corrupção na estatal.