Senado aprova Hossepian para CNJ

Senado aprova Hossepian para CNJ

Procurador de Justiça do Ministério Público de São Paulo recebeu 57 votos, contra apenas dois; indicação, agora, segue para nomeação da presidente Dilma

Redação

15 de julho de 2015 | 21h32

Por Fausto Macedo

O Plenário do Senado aprovou, no início da noite desta quarta-feira, 15,  o  nome do procurador de Justiça do Ministério Público de São Paulo Arnaldo Hossepian Salles Lima Júnior para integrar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na vaga destinada aos Ministérios Públicos estaduais. Foram 57 votos a favor e dois contrários. Houve uma abstenção. Agora, a indicação de Arnaldo Hossepian segue para nomeação da presidente Dilma Rousseff , última etapa do processo de escolha iniciado em fevereiro.

As informações foram divulgadas no site do Ministério Público de São Paulo. A votação pelo plenário, em regime de urgência, ocorreu horas depois de o nome de Hossepian ter sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado.

image001

Na CCJ, a aprovação, por 22 votos a 1, ocorreu após sabatina de cerca de duas horas e meia, período em que senadores integrantes da CCJ arguiram Arnaldo Hossepian sobre diversos temas ligados, principalmente, à atuação do Conselho Nacional de Justiça e à melhoria do sistema de justiça.

Arnaldo Hossepian foi o mais votado na eleição realizada no Ministério Público de São Paulo, em fevereiro, quando recebeu 58% dos votos válidos, e teve seu nome indicado à disputa nacional pelo procurador-geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa. Em maio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, indicou Arnaldo Hossepian para a vaga dos Ministérios Públicos Estaduais no colegiado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.