Secretaria do Consumidor notifica Zara a explicar cobrança à parte por sacolas e envelopes de presente

Secretaria do Consumidor notifica Zara a explicar cobrança à parte por sacolas e envelopes de presente

A rede de lojas ainda terá que responder quais os outros meios para se levar o produto adquirido, informar a razão para aplicar os valores nas sacolas e material utilizado na fabricação das embalagens

Carla Melo, especial para o Estado

15 de junho de 2022 | 07h30

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) notificou as lojas Zara nesta segunda-feira, 13, por suposta cobrança imposta aos consumidores. Segundo o órgão, ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a rede terá de explicar em 10 dias, a denúncia de cobrar por sacolas e envelopes de presente.

Nas redes sociais, a iniciativa da loja causou insatisfação dos clientes, que questionaram as formas de levar os produtos caso não pagassem pelas embalagens. Conforme informações da pasta, as lojas Zara estariam cobrando R$0,60 e R$0,80 pelas sacolas e envelopes de presente, respectivamente, por cada unidade.

Com isso, a Zara ainda terá que responder quais são os outros meios para que o produto adquirido seja transportado, além da motivação dos valores aplicados e o material utilizado na fabricação das embalagens.

Segundo a Senacon, as lojas Zara estariam cobrando R$0,60 e R$0,80 pelas sacolas e envelopes de presente, respectivamente. Foto: Divulgação

Para o ministro da Justiça, Anderson Torres, é necessário que o cliente seja avisado antecipadamente e que haja transparência da loja quanto às cobranças. “É preciso que fique muito claro ao consumidor que, ao chegar à loja para fazer a compra, ele não seja surpreendido com a cobrança pelas embalagens. Com a notificação, buscamos reforçar que a relação entre empresa e cliente tem que levar em conta a transparência”.

Após o recebimento da notificação, caso não seja respondida dentro do prazo, serão aplicados processos administrativos contra a empresa.

COM A PALAVRA, A ZARA

Em resposta ao Estadão, a Zara disse que ainda não recebeu a notificação oficial do órgão, e que se manifestará assim que for notificada.

Tudo o que sabemos sobre:

ConsumidorSenaconZara

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.