registroespurio@dpf.gov.br

registroespurio@dpf.gov.br

PF cria e-mail para receber denúncias de fraudes sindicais na concessão de registros sindicais

Fabio Serapião/BRASÍLIA

26 Junho 2018 | 05h00

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

A Polícia Federal criou um endereço eletrônico para receber denúncias de fraudes na concessão de registros sindicais. O canal de comunicação – registroespurio@dpf.gov.br – foi criado depois que a PF deflagrou, no dia 30 de maio, a Operação Registro Espurio – investigação sobre suposto esquema de liberação fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.

O endereço faz parte da Operação Registro Espúrio, deflagrada para apurar o envolvimento de parlamentares e servidores públicos em fraudes no sistema de registros sindicais.
Três deputados federais estão sob investigação- Paulinho da Força (SD-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Wilson Filho (PTB-PB). Os gabinetes dos parlamentares na Câmara foram alvo de buscas da PF.

Segundo as investigações policiais, as análises dos processos eram direcionadas para favorecer entidades que ofereciam vantagens indevidas aos integrantes da organização criminosa.

Agora, o cidadão que quiser fazer denúncias referentes a fraudes na concessão desses registros poderá lançar mão do registroespurio@dpf.gov.br.

O delegado Leo Garrido de Salles Meira, responsável pela operação, explica o objetivo da iniciativa. “Depois que a operação foi deflagrada, muitas pessoas nos procuraram para relatar fatos criminosos ocorridos no âmbito do Ministério do Trabalho. Por isso, decidimos criar esse e-mail, a fim de facilitar o encaminhamento das denúncias.”

A PF considera importante que o denunciante se identifique e, se possível, anexe ao email documentos que comprovem as alegações. A PF garante que se o denunciante preferir, o sigilo da fonte será preservado.

Mais conteúdo sobre:

Polícia Federal