Recém-empossado presidente do STF, Fux é diagnosticado com covid-19

Recém-empossado presidente do STF, Fux é diagnosticado com covid-19

Informação foi divulgada pela assessoria do Supremo Tribunal Federal, que também adiantou que o ministro passa bem e deve seguir trabalhando em isolamento

Redação

14 de setembro de 2020 | 16h18

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O ministro Luiz Fux, que tomou posse como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) na semana passada, testou positivo para covid-19. A informação foi divulgada pela assessoria da Corte.

O ministro buscou atendimento médico no Rio de Janeiro após apresentar aumento de temperatura corporal nesta segunda-feira, 14, e foi diagnosticado com o novo coronavírus.

“A suspeita é de que possa ter contraído o novo coronavírus em almoço de confraternização familiar no último sábado”, diz o serviço de comunicação do STF.

Segundo informou o Tribunal, Fux ministro seguirá os protocolos de saúde e ficará em isolamento pelos próximos 10 dias. Em princípio, o ministro continuará trabalhando e pretende conduzir sua sessão primeira ordinária no Plenário, marcada para a próxima quarta-feira, 16. O STF tem realizado julgamentos por videoconferência desde o início da pandemia.

Fux é o primeiro integrante do Tribunal a contrair a doença.

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA
A Assessoria de Comunicação da Presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) informa que o ministro Luiz Fux testou positivo para Covid-19. O presidente buscou serviço médico no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (14) ao apresentar aumento de temperatura corporal.

A suspeita é de que possa ter contraído o novo coronavírus em almoço de confraternização familiar no último sábado (12). O ministro seguirá os protocolos de saúde e ficará em isolamento pelos próximos 10 dias.
O presidente Luiz Fux passa bem e pretende conduzir a sessão ordinária do Plenário nesta quarta-feira (16).

Assessoria de Comunicação da Presidência

Tudo o que sabemos sobre:

Luiz Fuxcoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.