Receita segue sua rotina no maior porto do País e pega 331 quilos de cocaína

Receita segue sua rotina no maior porto do País e pega 331 quilos de cocaína

Droga estava oculta entre laminados de madeira em um contêiner no porto de Santos; carregamento seria embarcado com destino ao porto de Grangemouth, no Reino Unido, com baldeação no porto de Antuérpia, na Bélgica

Redação

30 Novembro 2018 | 19h03

Agentes apreendem 331 quilos de cocaína no Porto de Santos. Foto: Receita Federal

A Alfândega da Receita no Porto de Santos flagrou 331 kg de cocaína escondidos em um contêiner destinado à Europa. A droga foi localizada por meio da análise de risco baseada em critérios específicos.

Incluindo imagens não intrusivas (escâner), equipes da Receita localizaram a cocaína, acondicionada em tabletes, escondida entre fardos de laminados de madeira, cujo destino final seria o porto de Grangemouth, no Reino Unido, com baldeação em Antuérpia, Bélgica. Quase toda semana, a Alfândega da Receita realiza grandes apreensões de cocaína no maior porto do País.

Além da droga, foram encontradas bolsas vazias de tecido que, provavelmente, seriam utilizadas pelos criminosos durante sua retirada do entorpecente, no destino.

A Assessoria de Comunicação Institucional da Alfândega do Porto suspeita-se da técnica criminosa denominada rip-on/rip-off, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.