Receita pega mais mil quilos de cocaína em carga de sucata metálica no porto de Santos

Receita pega mais mil quilos de cocaína em carga de sucata metálica no porto de Santos

Apreensões das Equipes da Alfândega batem o recorde do ano passado e somam quase 24 toneladas confiscadas em 2019

Pedro Prata

22 de novembro de 2019 | 18h57

Em uma ação nesta sexta, 22, no interior de um terminal de contêineres no porto de Santos, equipes da Alfândega da Receita localizaram 1.162 kg de cocaína escondidos em uma carga de exportação destinada à Europa.

A carga regular era composta por sucata metálica e tinha como destino final o porto de Roterdã, na Holanda, com baldeação em Antuérpia, na Bélgica.

Equipes da Alfândega da Receita localizaram 1.162 kg de cocaína. Foto: Receita Federal/Divulgação

A carga foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner.

Equipes da Alfândega da Receita localizaram 1.162 kg de cocaína. Foto: Receita Federal/Divulgação

O cão de faro da Receita sinalizou positivamente para a presença de drogas e, aberto o contêiner, foram encontradas, em meio à sucata, 34 bolsas esportivas envoltas em papel aluminizado, contendo diversos tabletes de cocaína.

Com esta localização, a Alfândega da Receita em Santos atingiu a marca histórica de 23.942 kg quilos de cocaína, superando a quantidade localizada no ano de 2018 (23.118,76kg), que era recorde até então.

Equipes da Alfândega da Receita localizaram 1.162 kg de cocaína. Foto: Receita Federal/Divulgação

A droga interceptada pela Receita foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação a partir de sua localização e prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Alfândega.

Tudo o que sabemos sobre:

Porto de SantosReceita FederalCocaína

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: