Receita pega 911 quilos de cocaína em meio a óleo de laranja no porto de Santos

Receita pega 911 quilos de cocaína em meio a óleo de laranja no porto de Santos

Carregamento tinha como destino final o Porto de Hamburgo, na Alemanha; a droga foi entregue à Polícia Federal que prosseguirá com as investigações

Redação

27 de abril de 2020 | 11h22

Apreensão de 911 kg de cocaína no Porto de Santos neste sábado, 25. Foto: Receita Federal

Equipes da Receita Federal em Santos interceptaram neste sábado, 25, 911 kg quilos de cocaína no Porto de Santos. A droga estava escondida em um carregamento de óleo de laranja, que tinha como destino final o Porto de Hamburgo, na Alemanha. A carga de cocaína foi entregue à Polícia Federal que prosseguirá com as investigações.

Segundo o Fisco, a apreensão foi realizada durante uma fiscalização de rotina, na qual o carregamento em questão foi escolhido para conferência através de ‘critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner’.

A Receita suspeita que a droga foi inserida na carga lícita sem o conhecimento dos exportadores, técnica conhecida como ‘rip-off modality’.

Levantamento indica que desde o início do ano até o último dia 25, mais de 7,6 toneladas de drogas foram apreendidas no Porto de Santos. A Alfândega da Receita no local indica que foram realizadas 16 apreensões de drogas

Apreensão de 911 kg de cocaína no Porto de Santos neste sábado, 25. Foto: Receita Federal

Apreensão de 911 kg de cocaína no Porto de Santos neste sábado, 25. Foto: Receita Federal

Apreensão de 911 kg de cocaína no Porto de Santos neste sábado, 25. Foto: Receita Federal

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.