Receita pega 662 kg de cocaína em carga de argamassa no porto de Santos

Receita pega 662 kg de cocaína em carga de argamassa no porto de Santos

Equipe da Alfândega localizou tabletes da droga em sacos que seriam embarcados para Antuérpia, na Bélgica

Rayssa Motta

22 de julho de 2020 | 08h38

Cocaína foi escondida em carga de argamassa. Foto: Receita Federal/Divulgação

Agentes da Alfândega da Receita Federal apreenderam 662 quilos de cocaína no Porto de Santos, no litoral paulista, durante fiscalização de rotina nesta terça-feira, 21.

A droga estava escondida em uma carga de argamassa prestes a ser exportada ao Porto de Antuérpia, na Bélgica, mas foi selecionada para conferência e detectada por um cão farejador.

Droga foi detectada por cão farejador. Foto: Receita Federal/Divulgação

“Houve indicação positiva para presença de drogas do cão de faro da Receita Federal, aumentando as suspeitas”, informou a assessoria de comunicação da Alfândega do porto.

Os agentes, então, inspecionaram os sacos e encontraram a cocaína armazenada em tabletes.

A carga interceptada foi entregue à Polícia Federal, que prosseguirá com as investigações para chegar aos envolvidos no tráfico internacional.

Cara foi encaminhada à PF, que vai tocar investigação. Foto: Receita Federal/Divulgação

Em 2020, a Alfândega de Santos já apreendeu mais de 11 toneladas da droga – cerca de 40% de toda a cocaína apreendida pela Receita Federal no País.

Tudo o que sabemos sobre:

Porto de SantosCocaína

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: