Receita mira 500 mil relógios ‘piratas’ no centro de SP

Receita mira 500 mil relógios ‘piratas’ no centro de SP

A Operação Chronos fiscaliza 123 lojas de shopping popular; o valor estimado das mercadorias é de R$ 50 milhões e os produtos são suficientes para encher 10 caminhões

Redação

07 de maio de 2019 | 08h13

Operação Chronos. Foto: Receita Federal

A Receita Federal deflagrou, na manhã desta terça, 7, a operação Chronos, que visa apreender 500 mil relógios falsificados, frutos de contrabando, na região central de São Paulo.

Agentes da receita e da Guarda Civil Metropolitana fiscalizam 123 lojas de shopping popular. A operação deve prosseguir até quinta-feira, 9.

Operação Chronos. Foto: Receita Federal

O valor estimado das mercadorias é de R$ 50 milhões e os produtos são suficientes para encher dez caminhões.

Por serem falsificados, os relógios serão destruídos após o fim do processo legal. Os envolvidos responderão administrativamente e criminalmente em liberdade.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Receita Federalcontrabando

Tendências: