Receita já pegou seis vezes mais cocaína no porto de Santos este ano que em 2015

Receita já pegou seis vezes mais cocaína no porto de Santos este ano que em 2015

Entre janeiro e setembro, fiscais apreenderam mais de seis toneladas da droga; no domingo, 18, foram recolhidos 322 quilos do entorpecente em um contêiner que tinha como destino o porto de Le Havre, na França

Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo

19 de setembro de 2016 | 17h37

Maior apreensão do ano 31.8.2016 II

Foto: Divulgação

A Receita bateu um recorde no porto de Santos. A quantidade de drogas apreendidas por seus fiscais, em ações com a Polícia Federal, já superou 6 toneladas.

É um recorde. O volume é quase 6 vezes maior que o registrado em todo o ano passado.
A mais recente apreensão ocorreu no domingo, 18, quando foram encontradas 11 sacolas contendo aproximadamente 322 quilos de cocaína em um contêiner que tinha como destino o porto de Le Havre, na França.

Todas as apreensões de entorpecentes realizadas em 2016 foram de cocaína. Em geral, a droga estava escondida em contêineres que transportavam outros tipos de carga e tinham como destino ou passariam por portos da Europa.

A inserção de drogas em contêineres com cargas regulares sem o conhecimento dos proprietários é uma técnica conhecida como ‘rip off loading’.

As cargas utilizadas pelos traficantes foram as mais diversas, como café solúvel, argamassa e farelo vegetal.

Apreensão de 18.9.2016 I

A Receita informou que as apreensões ‘são fruto do aprimoramento das técnicas de análise e gerenciamento de risco aliadas ao uso intensivo de tecnologia’.

“Uma central monitora os recintos alfandegados. A análise de imagens de escâneres e o uso de cães de faro também fazem parte do trabalho desenvolvido pelos auditores-fiscais e analistas-tributários do órgão”, destaca a Receita.

Os arquivos da Receita indicam as maiores apreensões. No dia 9 de setembro, foram recolhidas várias bolsas que continham mais de uma tonelada de cocaína. A droga estava escondida em três contêineres com sucata de metais e vidro. O destino era o porto de Antuérpia, na Bélgica.

Apreensão de 18.9.2016 II

Em 2 de setembro, a Receita encontrou mais de 600 quilos de cocaína em bolsas que estavam dentro de um contêiner com carga de açúcar. O destino era o porto de Tunísia, na África, com passagem pelo porto de Gioia Tauro, na Itália.

No dia 31 de agosto, foi realizada a maior apreensão dos últimos anos: 1,5 tonelada de cocaína. A droga estava oculta em contêineres que transportavam pisos e bobinas de papel. O destino era o porto de Antuérpia, na Bélgica.

Tudo o que sabemos sobre:

Receita FederalPorto de Santos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: